Logo durante o seu primeiro acesso (após a instalação) e sempre que precisar, o usuário será obrigado a proceder com algumas configurações iniciais do Sistema PolOffice 5.

De antemão é importante verificar que todos os campos seguidos por uma pequena chave  são de preenchimento obrigatório. Essa exigência pode ser observada em diversos outros cadastros do Sistema PolOffice 5.

Agora, vejamos item por item, as configurações possíveis no PolOffice 5:

- Dados da repartição: É fundamental que todos os dados da unidade policial sejam inseridos corretamente nesse espaço, visto que eles serão transportados para todos os documentos confeccionados pelo PolOffice 5.

- Dados da equipe: Como já verificado na tela inicial, as informações do nome do(a) delegado(a) e do(a) escrivã(o) também constarão em diversos documentos gerados pelo PolOffice 5. Esses dados podem ser facilmente alterados aqui.

- Dados do cartório: Nessa área você pode modificar a contagem atual dos documentos (ofícios, requisições, missões, etc.). Uma vez modificado o valor inicial, o PolOffice cuida de autoincrementar os valores sempre que um novo documento é produzido.

- Dados de outros órgãos: Muito útil para as delegacias municipais de pequeno e médio porte, quando só há um juiz, um promotor, um defensor e uma cadeia pública para oficiar.

- Configurações pessoais: Nesse espaço o usuário pode alterar sua imagem e sua senha de acesso, além de verificar quais os computadores cadastrados para o seu acesso.

- Bairros: Para finalidades estatísticas, é sempre importante manter a lista de bairros da cidade atualizada.

- Configurações do sistema: Ajustes finos do sistema. Recomendamos alterações nesses parâmetros apenas por usuários experientes.

- Feriados: Cadastro e listagem de feriados para que se evite a marcação de intimações para os dias de paralizações temporárias.